Bem vindo à página do Teatro Viriato

Clique aqui para voltar à página principal

Principais opções do site

Imagem do espectáculo em destaque

terminal4

Informação do espectáculo em destaque

TERMINAL (O ESTADO DO MUNDO)

07 JUNHO'24

Escolha de idioma

PT  |   EN    
PROGRAMAÇÃO
#
© Carlos Fernandes
DIA MUNDIAL DA DANÇA
DIA MUNDIAL DA DANÇA | 29 ABR 2020
DANÇA-SE NA MONTANHA

Dançar é estar em movimento. O movimento é o impulso da Vida. A corrida, o salto, a torção, mas também aquele gesto de amparo na carruagem do metro, a deslocação do olhar para o outro que se desconhece, o avanço para o encontro, o alcance do abraço, a fusão dos corpos, o desenho e o percurso da ideia e da vontade até à morte. 

Neste Dia Mundial da Dança celebramos a coreografia do mundo, do mais ínfimo gesto à mais virtuosa peça de dança com a Companhia de Paulo Ribeiro e LAST at home, uma recriação feita à distância da última obra dos coreógrafos e diretores artísticos São Castro e António M Cabrita, e Sonífera Ilha, um encontro com a história do Dançando com a Diferença, dirigida por um dos nossos coreógrafos residentes Henrique Amoedo. 

Depois da Revolução, Dança-se na Montanha!
Venham celebrar connosco.


Folha de sala (pdf)
________________________

29 ABR

qua a partir das 08h50
PODCAST
BOCA A BOCA 
EPISÓDIO 6

Boca a Boca é o novo magazine radiofónico semanal do Teatro Viriato para ouvir em todo o lado, e na Rádio Jornal do Centro (à quarta-feira, às 08h50 e às 20h50). A voz de um Teatro que vai à montanha porque não pode esquecer a mais elementar premissa de uma casa de espetáculos: a partilha. 
 
Fique à escuta.

Boca a Boca – episódio 6
podcast do Teatro Viriato
 
Crónica Boca a Boca Patrícia Portela
À Boca da Bilheteira Liliana Rodrigues

Genéricos Pedro Pires
Jingles Nuno Veiga e Virgílio Oliveira
Edição Zito Marques

Parceria Rádio Jornal do Centro
Produção Teatro Viriato
 
O Teatro Viriato é uma estrutura financiada pela República Portuguesa - Cultura/Direção Geral das Artes e pelo Município de Viseu


____________________

qua 11h30

DANÇA 
LAST at home
De São Castro e António M Cabrita
produção COMPANHIA PAULO RIBEIRO

duração 8 min. | m/ 6 anos
Transmissão online no SubPalco do Teatro Viriato

O Dia Mundial da Dança é assinalado pela Companhia Paulo Ribeiro, companhia residente no Teatro Viriato. Marcados pela vontade de continuar a produção e a partilha artística, os diretores artísticos e coreógrafos São Castro e António M Cabrita decidiram inspirarem-se na peça LAST, cuja itinerância foi interrompida, para apresentarem uma (re)criação feita à medida dos tempos em que vivemos.

Os coreógrafos desafiaram o elenco desta peça para, a partir de suas casas, cada um dos bailarinos – Ana Moreno, Ester Gonçalves, Guilherme Leal, Miguel Santos, Rosana Ribeiro e Laura Abel – interpretarem e gravarem um excerto de LAST. A partir dessas gravações, São Castro e António M Cabrita voltaram a sintonizar, editar e recriar os movimentos outrora coreografados, recriando assim a ligação entre os corpos distantes dos bailarinos, sempre acompanhados pela música de Beethoven, interpretada pelo Quarteto de Cordas de Matosinhos. 

A transmissão de LAST at home será feita no SubPalco do Teatro Viriato (Youtube), mas também nas plataformas online da Companhia Paulo Ribeiro, Facebook e Vimeo

LAST é uma criação de São Castro e António M Cabrita, que estreou em setembro de 2019, no Teatro Viriato. O espetáculo, criado para a obra musical de Ludwig van Beethoven, The Late String Quartets, coloca em paralelo a música e o corpo – com todo o seu movimento – e enaltece esta relação eterna e inevitável, mantendo a sua individualidade. O espetáculo conta com a interpretação musical ao vivo do Quarteto de Cordas de Matosinhos. Uma coprodução do Teatro Viriato, do Rivoli - Teatro Municipal do Porto, e do São Luiz Teatro Municipal.

Realização e coreografia São Castro e António M Cabrita
Edição São Castro
Direção de arte António M Cabrita
Interpretação Ana Moreno, Ester Gonçalves, Guilherme Leal, Miguel Santos, Rosana Ribeiro e Laura Abel (2ºcast)
Música Ludwig van Beethoven The Late String Quartets, String Quartet nº 12 (I. Maestoso-Allegro) 
Interpretação musical Quarteto de Cordas de Matosinhos 
Produção Companhia Paulo Ribeiro
Agradecimentos Beatriz Gonçalves, Danny Rico, Gil, Maria João Costa, Pedro Rebocho e Sónia Morgado 


___________________

qua 17h00

ENCONTRO
SONÍFERA ILHA
DANÇANDO COM A DIFERENÇA

público-alvo pessoas interessadas em dança e na temática da dança inclusiva
Inscrições seg e ter, entre as 13h00 e as 19h00 e qua entre as 13h00 e as 15h00 | bilheteira@teatroviriato.com e/ou 924 454 409
Lotação limitada: 60 pessoas
Local do encontro Plataforma Zoom (indicações serão dadas aquando da inscrição)
Condições de participação ouvir com antecedência a música Sonífera Ilha, estar bem-humorado, usar roupas e acessórios adequados à estadia numa ilha


Uma espécie de encontro secreto para explorar a dança inclusiva, a distância física mantendo a relação com o próximo, com o corpo e com o movimento, e como é que esta poderia ser trabalhada no momento atual que vivemos. É esta a proposta de Sonífera Ilha, uma missão conduzida pelo Dançando com a Diferença.  

A Dança Inclusiva é hoje indissociável da ação do Teatro Viriato, graças à parceria com Henrique Amoedo e o Dançando com a Diferença. A criação de um grupo Dançando com a Diferença residente no Teatro Viriato, a implementação do Programa de Desenvolvimento Dançando com a Diferença, em estreita articulação com as escolas, e a atualização constante do discurso em relação à pessoa com deficiência são alguns dos resultados deste trabalho conjunto. 

Há muitos anos, surgiu um projeto de dança numa ilha distante, no meio do Atlântico. Diz a lenda que, partindo desta pequena ilha espalharam os seus ideais por muitos países e acabaram por criar uma estranha comunidade onde o corpo, o toque, a afetividade, o respeito e a vontade eram muito importantes nas relações interpessoais. Onde as diferenças entre as pessoas eram vistas como algo positivo. 

Já não existem. Segundo a lenda, extinguiram-se num momento incerto da história da humanidade e acabou-se o Dançando com a Diferença. Nos últimos tempos, importantes achados arqueológicos aconteceram na Sonífera Ilha. Descobriu-se, na última expedição, que a extinta comunidade pode ter ligações ao antigo Teatro Viriato, no concelho de Viseu, que ainda se mantém em funcionamento.

Hoje, muito mais evoluídos e numa época onde o isolamento social é a ordem do dia, somos convidados a explorar parte dos achados arqueológicos descobertos, numa missão denominada Sonífera Ilha. Uma espécie de encontro secreto para explorar a dança inclusiva, a distância física mantendo a relação com o próximo, com o corpo e com o movimento, e como é que esta poderia ser trabalhada no momento atual que vivemos. 

SONÍFERA ILHA, um formato idealizado por Henrique Amoedo / Dançando com a Diferença



Copyright do site

© 2010 Teatro Viriato - Todos os direitos reservados.   |    SUBSCREVA NEWSLETTER   |   política de privacidade   |   mapa do site   |   contactos   |   perguntas frequentes   |   
menu

Símbolo de site acessível

|  

Site desenvolvido por Seara.com